Browsing Category

Filmes & TV

Filmes & TV

Medcezir: o remake turco de The OC

medcezir

Eu tenho uma habilidade fantástica nessa vida que é acompanhar 9873763253272 seriados ao mesmo tempo (e me atrasar em grande parte deles). Então quando fui apresentada, pelo meu amigo chileno, ao remake de The OC – que é uma série que eu AMO e em outubro vai entrar no catálogo do Netflix – eu obviamente pirei e iniciei uma pequena maratona. E eu vou contar um pouquinho pra vocês.

Medcezir, que em turco significa maré, é uma série de TV que foi produzida pela emissora Ay Yapım da Turquia e foi ao ar entre 2013 e 2015. A história é amplamente baseada em The OC e relata a vida de um grupo de adolescentes e suas famílias em Altinkoy – uma parte nobre da cidade de Istambul, Turquia. Esse ano, a emissora chilena Mega comprou os direitos da série e está exibindo a versão dublada em espanhol.

Como eu já precisava de um bom motivo pra aprimorar o meu espanhol (que variava entre triste e mínimo pra sobreviver decentemente), eu resolvi acompanhar a série. E olha, valeu a pena. Vou deixar o trailer aqui para vocês assistirem.

Apesar de lembrar BEM o roteiro de The OC no começo, eu achei que eles fizeram um excelente trabalho em tornar a história interessante e única. A impressão é que você está assistindo um crossover de uma série americana com uma novela mexicana das boas. SO MUCH DRAMA. E de quebra tem uma trilha sonora muito boa que inclusive foi até premiada.

A série é exibida de segunda a quarta, às 23:30 – que agora é o mesmo fuso horário do Brasil. Por razões legais não posso linkar nada aqui, mas se alguém animar assistir e comentar comigo devo dizer que hipoteticamente existem links ao vivo e um site que posta os episódios para streaming e download todo dia seguinte. Hoje vai ao ar o último episódio da primeira temporada e eu estou SURTANDO só de imaginar o quanto terei que esperar até o retorno da segunda temporada.

Vocês acompanham alguma série estrangeira também? Me recomendariam alguma? Contem aí, afinal séries nunca são demais!

Filmes & TV Resenha

Stranger Things: uma resenha sincera

strangerrr

~ESSA RESENHA É LIVRE DE SPOILERS~

Na semana em que o Netflix liberou Stranger Things, papeando com a miga Carla do Faltou Açúcar no Telegram ela me recomendou assistir um vídeo sobre a série e eu como boa fanzoca de seriados fiquei na pira de assistir o mais rápido possível. Cheguei em casa, coloquei meu pijaminha, mergulhei no edredom e dei início a famigerada maratoninha. Não vou mentir, achei os três primeiros episódios absurdamente chatos. Logo no primeiro episódio bate uma sensação absurda de déjà vu, parecia um remake compilado de um monte de filmes dos anos 80 (tem até vídeos por aí mostrando todas as referências que aparecem na série) mas o que mais me chamou atenção foi ET, o primeiro episódio tem MUITAS cenas similares ao filme.

Mas como eu sou guerreira e a temporada só tinha oito episódios, eu persisti. Parecia uma criação muito louca do Netflix pra atrair todas as tribos: fotografia descolada, roteirinho de comédia romântica feat. suspense feat. ficção, tsunami de fanservice…tudo bem mediano. E daí chegou o episódio 4 e a coisa ficou séria: apesar de ainda ter que acompanhar o draminha amoroso juvenil da Nancy (olha que euzinha adoro esse tipo de coisa – e não suportei) a história da Eleven começa a aparecer, assim como a história do tal monstro. Agora papo sério, vou deixar casualmente alguns motivos para você acompanhar essa série também.

A ATUAÇÃO DAS CRIANÇAS É SENSACIONAL

eleven

Crianças no elenco é sempre um ponto de tensão: pode ser uó ou pode ser maravilhoso. E olha, foi maravilhoso. A atuação deles é de arrepiar e deixar muito adulto no chinelo – destaque principalmente para a atriz que faz a Eleven e o ator que faz o Dustin. Conquistaram meu coração.

WINONA RYDER DE VOLTA NA SUA TELINHA

wynona-st

Com tanta inspiração nos anos 80, nada mais justo do que trazer à tona uma das atrizes ícones da época. No seriado, enquanto todos acreditam que seu filho está morto ela não só acredita que ele está vivo como consegue receber sinais dele e até mesmo se comunicar. Ela é taxada de louca até pela própria família e é de partir o coração. Mas garanto que vale cada segundo de aflição.

TRILHA SONORA IMPECÁVEL

stranger-things-trilha-2-488x488

Pra quem curte um classic rock a trilha sonora é simplesmente impecável. Sem palavras, tudo muito bem escolhido e ainda com uma vibe bem nostálgica. Quer mais? O Spotify é tão mozão que fez uma playlist completa pra você curtir! Para ouvir, basta clicar aqui.

E aí, ficou com vontade de assistir também? Já assistiu e quer comentar com alguém? Só me procurar nas minhas redes sociais que eu vou adorar conversar sobre a série! CRUJ, CRUJ, CRUJ, TCHAU!

Filmes & TV

5 motivos para assistir Lucifer

Eu não tenho limites quando o assunto é seriado. Sempre que alguém me recomenda algum, eu coloco na minha lista sem fim de seriados a assistir – sem brincadeira. Com Lucifer não foi diferente. Como no dia eu me interessei de cara pelo plot, já logo baixei todos os episódios disponíveis no iPad e deixei lá. Mas com toda a correria da monografia, tava difícil arranjar um tempinho pra assistir. Então eu resolvi aproveitar esse feriadão pra tirar o atraso e estou completamente viciada. VICIADA. E quero todo mundo assistindo comigo.

O TRAILER

A HISTÓRIA

Entediado e infeliz como o poderoso reizinho do inferno, Lucifer Morningstar troca o seu majestoso reinado por umas merecidas férias em Los Angeles. E o diabo vive com estilo: ao chegar em LA, ele abre sua própria boate chamada Lux. Após presenciar um homicídio de uma conhecida, Lucifer conhece a detetive Chloe Decker, rainha da porra toda, que o fascina não só por sua coragem mas principalmente por parecer ser imune aos seus encantos – tanto naturais quanto sobrenaturais. Utilizando-se de seu charme, Lucifer consegue convencer a polícia de Los Angeles de que seus poderes podem ser úteis para as investigações, mas a real é que ele quer mesmo é desvendar o seu mistério pessoal: Chloe. Enquanto isso, Lucifer é intimado por Deus a voltar para o inferno, lugar o qual supervisionava desde o começo das eras .

E agora você poderá estar se perguntando: e por que eu deveria assistir essa série, Patty? Continue lendo esse post que você irá descobrir, jovem Padawan.

Continue lendo

Filmes & TV

Unbreakable Kimmy Schmidt e suas incríveis referências à cultura pop

Que eu amo essa série não é novidade nenhuma. Quando o Netflix anunciou a segunda temporada eu logo marquei no meu caderninho para não esquecer – se é que isso seria possível, né mores? Afinal, o mozão Netflix é tão perfeito que me manda até e-mail avisando sobre a novidade. Enfim, assim que pude coloquei a segunda temporada pra rodar e assisti basicamente em uma sentada. COMO EU AMO A TINA FEY. Sinto que se eu a conhecesse na vida real ia ser uma zoeira muito infinita e nós seríamos muito amigas. Sendo assim, resolvi separar algumas referências legais que eu encontrei nessa temporada e compartilhá-las aqui com vocês. Se você ainda não assistiu a segunda temporada, este post poderá conter alguma forma de spoiler não intencional.

Friends e o eterno sarcasmo de Chandler Bing

friends-kimmy

Se alguém ainda tem dúvidas em pleno 2016 de que Friends é a melhor série série mais emblemática das últimas décadas, provavelmente não é desse mundo. Todo mundo em alguma altura da vida já fez alguma referência sobre a série, não tem como não amar. NÃO TEM. E não tem como não amar Friends fazendo sua aparição em UKS.

Dawson’s Creek e o crush da adolescência: Pacey Witter

DC-kimmy

EU DEI PEQUENOS FANIQUITOS QUANDO PACEY WITTER SURGIU NA MINHA TELA. E ele não só aparece, como rola toda uma conversa baseada no roteiro da série. É incrível e com certeza absoluta pra mim foi um dos momentos ápices dessa segunda temporada. Se você nasceu depois de 1995, há uma grande chance de que você não faça a menor ideia do que eu to falando. Corre atrás do prejuízo aí, cambada de novinhos!

Titanic e mozão Leonardo DiCaprio

titanic-kimmy

No ano que mozão DiCaprio finalmente ganhou um Oscar e quebrou a internet não poderia faltar referência a uma das cenas mais emblemáticas do cinema, não é mesmo? Me deu até vontade de assistir Titanic pela milésima vez. PS: Titus também concorda que a Rose era uma espaçosa do carai e que o Jack também poderia ter sobrevivido.

WHIP & NAE NAE

tina-fey-nae

Eu fui convertida ao Nae Nae lá no Canadá, com direito a assistir o clipe sem parar até decorar a dancinha. Todo mundo já tentou dançar que eu sei. Então nada melhor do que a própria Tina Fey mandando a dancinha mais grudenta do ano na série. Eu ri de chorar com essa cena, tô até com vontade de reassistir esse episódio! 100% maravilhoso.

Se você já assistiu a segunda temporada, qual foi o seu episódio favorito? Eu honestamente não consigo escolher um só, a temporada está sensacional demais e eu mal posso esperar a próxima!